Páginas

1 de maio de 2013

Resenha e Polêmica: Lenços Demaquilantes - Filabé

Oooi! Como estão?

E a polêmica está no ar... hohohohoho. E já vou avisando que esse post será um pouco diferente porque a situação é um pouco diferente...

Como diria Jack, vamos por partes e por cronologia, que quem não está entendendo nada, vai entender...ou não!

Na quinta-feira (25/4), a Glambox chegou na minha casa. Além de mim, outras tantas meninas receberam a caixinha e dentro dela, vieram duas amostras de uns lençinhos da Filabé que pareciam zzzzuper inofensivos. 

No folder explicativo veio o seguinte (inclusive foi postado junto com os produtos da caixa):
Filabé é uma fibra cosmética macia e ultra-absorvente que limpa profundamente a pele, removendo completamente maquiagem, impurezas e células mortas. Sua trama tecnológica tem a propriedade de reter essas partículas impedindo que elas voltem para o rosto, ao mestmo tempo em que libera lipossomos à base do caula da Opuntia ficus-indica, ou figo da Índia, que nutrem, tonificam e devolvem à pele sua umidade natural proporcionando uma pele limpa, macia, revigorada e visivelmente bem tratada. Praxo de validade alterado conforme RDV 343/2005 ANVISA / Validade 2/2014.

Eeeeeu, curiosa que sou, já sai usando para testar e ver qual era.

Quando se abre, o lençinho parece daqueles (de antigamente) de assoar o nariz. Não tem cheiro, não é muito molhado, não é nada. É seco. Se deixasse jogado em um canto certo que alguém iria pegar pra qualquer outro fim que não fosse limpar o rosto e os olhos. Achei o bichinho super inofensivo e até "humilde" pois era só um paninho.
Fui tirando fotos para colocar no blog depois que usasse os dois. E de todas, essa foi a que ficou melhor. Sorry! 



Por precaução só usei no rosto. Na embalagem diz que é só molhar o paninho, dar uma secadinha e usar o lado aveludado. Simples assim. E fiz isso. E o resultado foi esse ao lado. O meu rosto ficou super seco. Nem parecia que tinha usado algo nem que tinha tirado a base, pó, corretivo e tudo mais. Por garantia, ainda lavei e passando o algodão não saiu nada. No outro dia, não me deu alergia, parecia que nem tinha mudado a minha rotina de cuidados com a pele noturna. 



Na sexta-feira (26/4) postei a caixinha e no sábado surgem postagens e mais postagens dizendo que o produto estava vencido e tudo mais e pessoas atirando para todos os lados, dizendo que ia processar e etc etc etc. Fiquei surpresa e fui procurar a tal regulamentação para ver se ela existe mesmo e aqui está: http://www.cvs.saude.sp.gov.br/zip/U_RE-ANVISA-335_220799.pdf. Não sou advogada e o blog nem é sobre isso, então, nem vou me aprofundar nisso.


E sim, o meu também está vencido e todo aquele blabla. A Glambox se pronunciou em um dos tópicos sobre o assunto:

Glambox Brasil Glamgirls,

Nós também percebemos essa data alterada e entramos em contato com a Marca antes de mandar as caixas, onde tivemos a seguinte resposta, que confirma o produto estar dentro da validade:

As amostras de Filabé entregues na Glambox de abril nã
o estão vencidas. A readequação de prazo de validade que consta nas etiquetas foi feita pela Filag Brasil com respaldo na RDC 343/2005, e está em absoluta conformidade com o protocolo 71.3228.2011 – ANVISA, órgão que concedeu ao produto, no Brasil, a mesma validade definitiva de 36 meses que foi determinada pelos Testes de Estabilidade Internacional realizados na Suíça.
Todas as embalagens que foram distribuídas no Brasil até este momento têm prazos de validade que só começam a vencer a partir de Novembro de 2013. 
Para obter informações completas sobre o produto é só entrar em contato pelo e-mail sac@filag.com.br. Estamos à disposição para responder às suas dúvidas.
 
 
 
Na segunda-feira (29/4) usei o outro lençinho e desse vez também nos olhos. E o resultado foi o mesmo: Nada aconteceu além de limpar, tirar a maquiagem e obviamente que não tirou toda a máscara de cílios e eu nem estava esperando por isso. Mais na parte do rosto, novamente, tirou t-u-d-o. E ainda fiz aquele processo da 1ª vez e de novo o algodão saiu limpinho.



O que eu achei disso tudo:

- Sinceramente, eu uso produtos vencidos enquanto eles não mudarem o cheiro, a textura e tudo mais. Já usei muitos produtos dentro da validade que deram problemas, enquanto vencidos nunca me deram nada. Sério, nunquinha. Sim, eu também fico chocada com isso. 

- COMIGO o produto não deu nada. Minha cara continuou a mesma (infelizmente ahahahahah), os olhos estão no lugar, o rosto idem. E isso que estou postando dois dias depois de usar o produto pela última vez.

- Se existe alguma culpada nessa história toda é a Anvisa. Pois foi ela que liberou e está na regulamentação. Então, se você quiser processar alguém, que seja a Anvisa.

- A Glambox, em momento algum, enganou ninguém. Deixou bem claro no folder. Tanto, que nos blogs que colocam as descrições dos produtos, todos colocaram a observação em relação a Anvisa.  E não estou sendo advogada da empresa. Tudo bem que a caixa não foi das melhores, mas, A é A e B é B. Não confudam as coisas.

- "Ju, você me recomendo usar então?" Eu acho que vai de cada um. Se você segue a risca o negócio da validade, tem duas alternativas: Não usa ou usa, com o telefone do advogado no lado pra se der algum problema, ligar e processar a Anvisa. :)
Pra quem faz aloka que nem eu, se joga... sério! o bichinho é tão inofensivo que você olha, olha e olha e não imagina que vá dar algum problema. E além do mais, pense que só vieram duas. Tipo, usou...acabou!

- "Ju, você compraria o fullsize?" Não... não achei ele muito prático. Não é só pegar e colocar no rosto. Tem que tirar do pacotinho, colocar água e depois passar. 

E é isso... espero que quem não tenha entendido nada no início, agora já esteja zzzzuuuper por dentro do assunto. E quem já estava, espero que esteja mais tranquila. :)

E desculpem pelo post mega longo, mas, creio que era necessário...

Beijos da Ju :) Qualquer dúvida, sugestão ou crítica é só comentar aqui embaixo ou enviar um email para hidratarvicia@gmail.com

4 comentários:

Sheila Lameira disse...

Ju essa problemática já aconteceu quando a mesma empresa forneceu para a Glossybox. A diferença é que não tinha vindo o avido da Anvisa e aí a confusão ficou armada. Como era a primeira vez que conhecia a existência do produto, joguei fora antes mesmo de abrir o envelope. Agora recebi o mesmo produto na Glambox, mas por falta de interesse não abri ainda. O produto é tão comum que ficará na gaveta até despertar o meu interesse para uso. Adorei a sua resenha, muito bem explicado. Parabéns pela sua verdade. Bom feriado. Bjks.

www.blogbelissima.com.br

Juliana Souza disse...

Oi Sheila!

Obrigada! :)

E sim... é um produto super comum, como disse no post é super "humilde"... ahahahaha. Só usei por pura curiosidade mesmo porque ficaria jogado por aqui tb.
Parece que essas caixinhas gostam de uma polêmica né? Sempre estão envolvidas em uma.

Nathalia Scotuzzi disse...

Tirar do pacotinho e molhar não é pratico? hauauh è bem mais pratico do que pegar demaquilante, colocar no algodão e passar :P Eu achei prático sim, só não compraria porque é muito caro :P Mas gostei da resenha. bjos!

Juliana Souza disse...

Oi Nathalia!

Hahahahaha. Prático é, mais eu falei no sentido de leva-lo na bolsa e poder tirar a make quando quiser, sem precisar de água como os da Nivea, Oceanne...
Acho que não me expressei bem :)

E volte sempre! :)

Beijos!